Tipo 4 – O Romântico / A Inveja | Coaching Foco & Ação!

Tipo 4 - O Romântico / A Inveja

HomeEneagramaTipo 4 – O Romântico / A Inveja

Tipo 4

 

Talvez você não tenha percebido que devemos ter atenção e o cuidado evitando os “rótulos” dos tipos nas pessoas, ainda.

Algumas pessoas perceberam que as personalidades possuem “intensidade”, assim como nas cores, existem inúmeras variações (ex. o Azul vai do azul marinho, em degradê, até o azul claro) esta oscilação vale também para o Eneagrama.

A gente pode, você sabe, utilizar-se mais uma vez do simbologismo do ser humano comparado-o a um prédio. O Eneagrama se assemelha ao um prédio com vários andares (são as intensidades) e a cada andar possui 9 apartamentos (os tipos do Eneagrama). Às vezes, eventualmente, quem sabe, andamos por alguns apartamentos, alguns andares, mas preferimos um tipo que é mais confortável.

As definições aqui são os extremos (tanto para o “bem” como para o “mal”), ou seja o primeiro e o último andar do prédio.

A conscientização do seu tipo é extremamente importante para o processo, porém, o tipo não é imposto, ele deve ser reconhecido e aceito.

O Eneagrama vai trazer imediatamente os principais talentos, desafios, conjunto de crenças, valores e pontos de alavancagem do cliente. Esse conhecimento permite alinhar os sonhos, os desejos e o discurso com as ações e o tempo.

 

Tipo 4 – Romântico e invejoso

“Sou muito sensível, criativo e sincero. Me sinto muito diferente dos outros e gosto disso. Desfruto da intensidade da vida em uma simples conversa, no amor e na tristeza. Posso alcançar uma profundidade de sentimentos superior a qualquer um. Fico impaciente com a mediocridade e a vida trivial e mundana. Costumo ter a sensação de que sempre falta “algo”. Me deprimo facilmente”.

Motivação: Necessidade de entender seus sentimentos e de ser entendido, procurar o sentido da vida e evitar ser comum.

Visão de mundo: Algo fundamental está faltando e os outros têm esse algo. Fui abandonado. Preciso alcançar a situação ideal ou cobiçada para ser feliz.

De melhor:  O Romântico –  O Artista, O Especial, O Intuitivo, O Original, O Belo, O Esteta.

De pior: A inveja –  É um sentimento que algo essencial falta na vida, levando a pensar que os outros possuem qualidades que lhe faltam.

 

pior e melhor2

 

 

 

No seu pior:                                                                                                          No seu melhor:

Depressivo,                                                                                                                    Caloroso,

Egoísta,                                                                                                                           Compassivo,

Cheio de Culpa,                                                                                                             Expressivo,

Moralista,                                                                                                                       Criativo,

Ensimesmado,                                                                                                              Intuitivo,

Teimoso,                                                                                                                         Colaborador,

Mal Humorado,                                                                                                            Empático,

Carente de Atenção para dor alheia,                                                                        Refinado.

 

 

Valoriza:  Intensidade das emoções, Sentimentos, Originalidade, Belo, Estética, Melancolia.

Desejo básico: Ser ele mesmo.

Degeneração do desejo: Autocomplacência.

Medo básico: Carecer de identidade, não ser importante.

Como manipula: Sendo temperamental e obrigando os outros a “pisar em ovos”.

Chamada para despertar: Apegar-se aos sentimentos e intensificá-los mediante a imaginação.

Transtornos alimentares ou vícios: Excesso de alimentos suculentos e doces. Consumo de bebidas alcoólicas para alterar o estado de ânimo, para relacionar-se com as pessoas, para se consolar emocionalmente. Falta de atividade física. Bulimia, sedativos, tabaco, remédios controlados ou heroína para ansiedade social. Cirurgia plástica para eliminar traços que não gostam.

Sua verdadeira natureza é: Perdoe o passado e renove-se por suas experiências.

Só estará presente na vida quando: Eu tiver resolvido todos os meus problemas emocionais e saiba qual é a minha importância. Quando eu me sentir livre para expressar meus sentimentos a todas as pessoas sempre que eu queira, então estarei presente.

Atitudes de cura: Não há nada de mal em mim. Talvez os demais me compreendam e me apoiem. Talvez eu não seja o único que se sinta assim.

Ponto de virada: Ligar-se no presente.

Parceiros nesta: Michael Jackson, Winona Rider, Billy Holiday, Janis Joplin, Nick Nolte, James Taylor, Vincent Van Gogh, Prince, Judy Collins, Johnny Depp, Edgar Allan Poe…

Como o Coaching pode ajudar: Você já sabe, e eu nem precisaria lhe dizer, que o processo de Coaching  é excepcionalmente poderoso para te dar o empowement de seu destino. Além da inspiração e motivação para trabalhar na sua vida. O Coaching lhe ajudará, também, a encontrar o equilíbrio e uma integridade e ter um maior entendimento da sua inteligência emocional aumentando a percepção e o controle das emoções, para chegar a felicidade plena e absoluta, aumentar a percepção de que não há nada de mal em você e poder viver o aqui e agora, encontrar as interferências que estão atrapalhando para o seu desenvolvimento, definir quais recursos serão necessários, quais já possuem e onde encontrar os demais recursos, e definir qual e quando será dado o primeiro passo.